Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

O maior bairro cigano dos Balcãs

O maior bairro cigano dos Balcãs
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No terceiro dia da viagem que a Euronews está a fazer pela Bulgária, depois de já ter percorrido outros países da União Europeia, na contagem decrescente para as eleições europeias, os nossos repórteres Bryan Carter e Apostolos Staikos visitaram o maior bairro de ciganos dos Balcãs: Stolipinovo.

50 mil pessoas vivem em Plovdiv. Pouco investimento nas infraestruturas criou problemas graves no abastecimento de água e eletricidade. Construções ilegais agravaram o problema, mas a demolição destas casas apenas aumentou o ressentimento da comunidade cigana face às autoridades locais.

"Estamos a apenas 20 minutos do centro da cidade de Plovdiv, que é a Capital Europeia da Cultura este ano, que é verdadeiramente outra Europa. É um lugar de extrema pobreza e isolamento", realça o nosso jornalista Apostolos Staikos.

Estima-se que haja entre 325 mil e 750 mil ciganos na Bulgária. Os ativistas dos Direitos Humanos têm denunciado repetidamente a discriminação que enfrentam na Bulgária e pedem às autoridades e aos líderes da comunidade para encontrarem soluções para melhorar o dia-a-dia das pessoas que vivem nestes bairros.

A Euronews visitou um centro de juventude local, onde ouviu o que alguns jovens e também os funcionários têm a dizer sobre o seu lugar na Bulgária e na União Europeia.