Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Petrolífera Ocidental junta-se à Total para aquisição da Anadarko

Petrolífera Ocidental junta-se à Total para aquisição da Anadarko
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A petrolífera norte-americana Ocidental anunciou ter chegado a um acordo com a Total, no valor de 7,8 mil milhões de Euros, para garantir a aquisição da petrolífera norte-americana Anadarko, líder do consórcio que explora a Área 1, em Moçambique.

Caso a operação se concretize, os ativos da Anadarko em África passarão para a Total, ficando esta a ser detentora das explorações em Moçambique, Argélia, Gana, e África do Sul.

Enquanto a Ocidental espera adquirir as participações da Anadarko nas bacias de xisto dos EUA, no Golfo do México e na América do Sul, bem como na Western Midstream Partners, uma empresa de transporte e processamento de combustíveis fósseis.

A CEO da ocidental Vicki Hollub, em comunicado, referiu que o principal interesse da sua petrolífera é a exploração da área detida pela Anadarko na Bacia Permiana, o maior campo de xisto dos EUA que se estende do oeste do Texas até ao sudeste do Novo México.

Na proposta inicial, a ocidental oferecia 50.872.800 mil milhões de euros pela venda da Anadarko, divididos entre numerário e ações, havendo agora uma nova proposta cuja percentagem a ser paga em dinheiro sobe para 78%, sendo os restantes 22% entregues em ações.

Este anúncio, publicado hoje pela petrolífera norte-americana Ocidental, vem ameaçar a oferta publicada pela Chevron no passado dia 12 de abril, que garantia ter firmado um acordo definitivo com a Anadarko Petroleum Corporation, para adquirir todas as ações em circulação, uma transação de ações e dinheiro avaliada em 29,45 mil milhões de euros, ou 58 euros por ação.

O conselho de administração da Anadarko anunciou a receçao, e diz estar a considerar a oferta da petrolífera norte-americana Ocidental