Última hora

Última hora

Primeira volta das presidenciais afasta primeiro-ministro lituano

Primeira volta das presidenciais afasta primeiro-ministro lituano
Direitos de autor
REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

A primeira volta das eleições presidenciais na Lituânia não permitiu definir diretamente o sucessor de Dalia Grybauskaite, mas marcou o afastamento do atual primeiro-ministro.

O país irá novamente às urnas a 26 de maio, para escolher entre o economista Gitanas Nauseda e a ex-ministra das Finanças Ingrida Simonyte.

Apesar da falta de experiência política, o candidato independente, que venceu a primeira volta do escrutínio este domingo, é visto como o favorito. Mas, com cerca de 31% dos votos, ficou apenas dois pontos à frente da candidata da União Patriótica, de centro-direita.

Ambos os candidatos fizeram campanha com as promessas de combater a corrupção e as desigualdades sociais.

O grande perdedor da primeira volta é o primeiro-ministro Saulius Skvernelis, que pensava poder aceder à chefia do Estado mas acabou por convencer apenas cerca de 20% do eleitorado. No rescaldo da derrota, o chefe do governo anunciou a demissão, efetiva a partir da data de fim do mandato da presidente lituana, a 12 de julho.