A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Grande Prémio de Hohhot: empate a dois das Coreias e regresso triunfante da nipónica Uta Abe

Grande Prémio de Hohhot: empate a dois das Coreias e regresso triunfante da nipónica Uta Abe
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Teve início mais um Grande Prémio de Judo na cidade chinesa de Hohhot. A prova conta com a participação de 301 atletas de 43 nações, entre os quais o português André Soares, hoje em prova.

A competir em -66kg, André Soares foi eliminado na segunda ronda frente a Kherlen Ganbold, da Mongólia, ao fim de cinco minutos de combate.

André Soares foi eliminado na segunda ronda frente a Kherlen Ganbold.

A Mulher do Dia

A nipónica campeã do mundo Uta Abe subiu ao topo do pódio na categoria de -52kg e revelou-se a nossa Mulher do Dia, graças à sua exibição confiante e o seu domínio absoluto ao longo dos combates preliminares.

Na meia-final, a judoca superou Gefen Primo de Israel para defrentar no derradeiro duelo a suiça Evelyne Tschopp. Com um judo feroz, Uta Abe dominou a suiça com um Uchi-mata, marcando o Ippon da vitória.

"Só tive um mês para me preparar para esta competição, devido a uma lesão. Mas estou muito satisfeita com o meu desempenho. Dei tudo por tudo, mas claro que há aspec tos que posso aperfeiçoar ainda mais. Espero que no Campeonato do Mundo de Judo no verão esteja no meu melhor," comentou a atleta japonesa.

O Homem do Dia

Em -60kg, Won Jin Kim, da Coreia do Sul, sagrou-se o Nosso Homem do Dia. Vencedor de várias medalhas no campeonato do mundo, o judoca começou o dia com o pé direito, derrotando nos quartos de final o francês Luka Mkheidze com um enfático O-goshi e avançando se problemas até à final. Aqui levou mais uma vez o público ao rubro com um Uchi-mata que apanhou de surpresa o seu adversário, Yung Wei Yang, da Taipé Chinesa.

"Tenho que estar preparado para todas as eventualidades porque as coisas nem sempre correm de acordo com o plano. Mas eu treino o suficiente na Coreia para lidar com qualquer situação. Consegui terminar a prova bem e marcar Ippons ao longo de todo o dia," afirmou Won Jin Kim sobre a sua vitória.

O empate a dois das Coreias

A judoca da Coreia do Norte Yu Sun Jon mereceu a medalha de ouro em -48kg, com uma performance apaixonada que condenou ao tatami a sua adversária final, a chinesa Yao Xiong, com um Waza-ari. Esta foi a sua primeira medalha de ouro no campeonato do mundo e a atleta transbordava alegria quando subiu ao topo do pódio.

Na final dos -66kg masculinos, Limhwan Kim conquistou uma vitória tática sobre o russo Aram Grigoryan, já que a Coreia do Sul arrebatou assim as duas medalhas de ouro das duas categorias masculinas hoje em prova.

Limhwan Kim conquistou uma vitória tática sobre o russo Aram Grigoryan.

O ouro foi também duplo para a Coreia do Norte, já que a judoca Jin A Kim reinou hegemónica na final frente à russa Daria Mezhetskaia, conquistando o título de -57kg do Grande Prémio.

O Movimento do Dia

O nosso movimento do dia coube à israelita Gefen Primo, cujo explosivo Ko-soto frente à romena Andreea Chitu lhe valeu a medalha de bronze dos -52kg.

O Ko-soto de Gefen Primo frente a Andreea Chitu valeu-lhe o bronze.

A Comitiva Portuguesa

Para além de André Soares, a prova, que decorre até domingo, conta também com a participação de Nuno Saraiva (-73kg) e Yahima Ramirez (-78kg).