Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Chelsea e Arsenal a postos para polémica final em Baku

Chelsea e Arsenal a postos para polémica final em Baku
Tamanho do texto Aa Aa

Chelsea e Arsenal afinam os últimos aspetos para a final da Liga Europa em futebol, agendada para esta quarta-feira em Baku, no Azerbaijão.

E é precisamente o local da final que está a gerar polémica entre os ingleses, confrontados com um pesadelo logístico para assistir ao jogo numa cidade a mais de 4600 quilómetros de Londres.

Os poucos voos diretos desde a capital inglesa para Baku obrigaram muitos fãs a seguirem vias alternativas por Istambul ou Kiev.

No entanto, há outro incidente a ensombrar a decisão da segunda competição da UEFA.

O Arsenal confirmou a ausência do médio arménio Henrikh Mkhitaryan, de 30 anos, por temer pela segurança do jogador devido às tensões políticas entre Arménia e Azerbaijão, com base no conflito territorial, étnico e político de Nagorno-Karabakh.

A anunciada indisponibilidade do internacional arménio foi já lamentada pelo defesa grego Sokratis, que salientou que a vontade da equipa é poder ganhar para dedicar o título a Mkhitaryan.

"É claro que é uma grande perda para nós. Estamos muito tristes. Mas isso é uma questão política e não podemos falar muito sobre isso. Estamos tristes e agora temos de vencer também por ele e pelos jogadores que estiveram lesionados todo o ano", salientou o internacional helénico.

Do outro lado, o Chelsea também afina os últimos detalhes na preparação do jogo. A equipa de Maurizio Sarri, que venceu este troféu em 2013, espera poder conquistar o primeiro título da temporada, depois de ficar apenas em terceiro lugar na Premier League.

No entanto, a véspera da final ficou também marcada por um desentendimento entre o central brasileiro David Luiz e o avançado argentino Gonzalo Higuaín.

A final pode marcar também a despedida de alguns jogadores do clube, nomeadamente de Eden Hazard.

O internacional belga está há seis épocas em Londres e deve rumar neste verão ao Real Madrid.

A final da Liga Europa entre Arsenal e Chelsea está marcada para esta quarta-feira.