Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Madrid em versão inglesa

Madrid em versão inglesa
Direitos de autor
REUTERS/Javier Barbancho
Tamanho do texto Aa Aa

Os adeptos do Liverpool não trouxeram apenas mensagens sobre o Brexit para Madrid: vieram aos milhares para uma cidade onde, de repente, o inglês parece que se tornou na língua dominante. E vieram reclamar aquilo que lhes escapou das mãos no ano passado face ao Real Madrid.

O Tottenham joga mais pelo efeito surpresa. E, de facto, surpreendeu muita gente as reviravoltas que ditaram uma final da Liga dos Campeões exclusivamente inglesa.

Um adepto do Liverpool confessava estar "nervoso, mas esperançoso, até porque o treinador Jürgen Klopp", diz, "não pode continuar a perder finais".

No campo rival, salientavam-nos que "isto é inédito. Provavelmente, não acontece duas vezes no espaço de uma vida, por isso é uma grande experiência vir até Madrid".

Adeptos do Tottenham numa "fan zone"

O que é certo é que será uma noite com um calor abrasador Estádio Metropolitano e medidas de segurança particularmente reforçadas, com quase 5 mil agentes mobilizados. Quatro cidadãos britânicos foram já detidos durante a madrugada por violência.

Após cinco anos seguidos de domínio espanhol, e na noite em que todos os caminhos vão dar a Madrid, a taça vai inevitavelmente atravessar o canal da Mancha.