A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tiroteio faz 12 mortos nos EUA

Tiroteio faz 12 mortos nos EUA
Direitos de autor
WAVY-TV/NBC/via REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pouco passava das quatro da tarde quando um funcionário dos serviços municipais de Virginia Beach, nos Estados Unidos, entrou num edifício camarário e começou a disparar indiscriminadamente. Matou 12 pessoas e fez 4 feridos antes de ser abatido pelas autoridades.

O responsável pela polícia local, James Cervera, explica que "foi através do som dos disparos que os agentes conseguiram localizar o piso onde o massacre estava a acontecer. A seguir houve uma longa troca de tiros com o suspeito".

Ao que tudo indica, o homem possuía uma vasta quantidade de munições. O sítio onde o tiroteio decorreu foi descrito como "uma zona de guerra".

Momento em que a polícia de Virginia Beach entra no edifício

Uma testemunha conta que, quando se apercebeu de que havia um atirador no edifício, barricou-se num gabinete e ligou para a polícia, para que viesse o mais rapidamente possível.

Segundo a ONG Gun Violence Archive, desde o início do ano, já houve cerca de 150 tiroteios envolvendo várias vítimas nos Estados Unidos.

As razões que levaram o atirador a cometer este ato são ainda desconhecidas.