Última hora

Alterações climáticas vão custar um bilião de dólares às empresas

Alterações climáticas vão custar um bilião de dólares às empresas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A poluição e ação dos humanos sobre o meio ambiente está a gerar transformações no clima, segundo a maior parte da comunidade científica. Estas mudanças climáticas estão também a ter um efeito na economia, com empresas que correm riscos importantes e outras que beneficiam com a mudança de comportamentos ligada às mudanças climáticas e à consciência ambiental que se tem vindo a criar. O estudo publicado agora pela organização não-governamental CDP junta as 215 maiores empresas do mundo, O grupo com maior impacto é o ANZ, grupo de banca e seguros da Austrália e Nova Zelândia, seguido pela BMW, Total, Unilever e Sony.

Já no campo daquelas com mais potencial para beneficiar das mudanças, a lista é encabeçada pelo Bank of America, seguida pela Suncor, empresa especialista na exploração de areias betuminosas, pela Nestlé e pela Canon.

Em muitos casos, este impacto deve fazer-se sentir nos próximos cinco anos. As empresas analisadas no estudo valem juntas cerca de 17 biliões de dólares. No caso daquelas que devem sofrer consequências negativas, devem sofrer um impacto a rondar um bilião.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.