Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Lyon recebe fase final do Mundial de Futebol feminino

Lyon recebe fase final do Mundial de Futebol feminino
Tamanho do texto Aa Aa

É no Groupama Stadium em Décines, um recinto com 58 mil lugares, a poucos quilómetros de Lyon, que decorre daqui a pouco mais de um mês a fase final do Mundial de Futebol Feminino.

O presidente do Comité organizador do evento, Erwan Le Prevost, refere: "Ir para a cidade onde o futebol feminino está na linha da frente é uma forma de o presidente Le Graët’s (FFF) agradecer ao Olympique Lyonnais e ao presidente Aulas, o investimento de longos anos para desenvolver o futebol feminino".

Na verdade, através do Olympique Lyonnais, Lyon se tornou-se, nos últimos anos, na meca do futebol feminino. O obreiro dessa conquista foi o presidente, Jean-Michel Aulas: "Dei-me conta que a clivagem do futebol feminino dentro do futebol global era total e que se soubéssemos utilizar, de forma pertinente, os valores femininos em geral, e de paridade, e se soubéssemos valorizar as características do futebol feminino que queria evoluir, podíamos estar na crista de uma onda". A vaga vermelha e azul espalhou-se por toda a França e por toda a Europa, na construção de um palmarés sem precedentes: 13 títulos consecutivos no campeonato de França; 6 títulos na Liga dos Campeões, quantro dos quais seguidos. Um percuso que permite ao clube leonês contar com as melhores internacionais do mundo, como a norueguesa Ada Hegerberg, que ganhou em dezembro a primeira bola de ouro feminina.

A capitã da equipa, Wendie Renard, refere: "Quando se está ao nível mais alto, forçosamente, as jogadores têm vontade de se juntarem a nós. Posso tomar qualquer equipa como exemplo - o Barça, o Real Madrid - quando se vêm essas equipas jogar durante toda uma época, os jogadores têm vontade de se juntar a elas. Pois, acontece o mesmo conosco, enquanto jogadoras".

Para manter a liderança, agora que a pressão de outros clubes é cada vez maior, o clube leonês aposta também na formação das jogadoras, como lembra o repórter da Euronews, Cyrill Collot: "Uma das razões do sucesso do OL está na sua academia. O clube francês não se limita a ir buscar as melhores jogadoras a todos os continentes, forma-as também aqui, em Mezyeu, a poucos quilómetros de Décines".

A treinadora, Camille Abily, reconhece a importância das camadas jovens do clube: "É importante ter jogadoras internacionais, mas também temos vontade de trabalhar com as jovens jogadoras francesas e locais. Têm muita qualidade e trabalham aqui em muito boas condições".

A ambição do Olympique Lyonnais vai bem mais longe do que este campeonato mundial. O clube prepara já as jogadoras do futuro. Quem sabe se não tem aqui uma futura Bola de Ouro.