A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Lyon recebe fase final do Mundial de Futebol feminino

Lyon recebe fase final do Mundial de Futebol feminino
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

É no Groupama Stadium em Décines, um recinto com 58 mil lugares, a poucos quilómetros de Lyon, que decorre daqui a pouco mais de um mês a fase final do Mundial de Futebol Feminino.

O presidente do Comité organizador do evento, Erwan Le Prevost, refere: "Ir para a cidade onde o futebol feminino está na linha da frente é uma forma de o presidente Le Graët’s (FFF) agradecer ao Olympique Lyonnais e ao presidente Aulas, o investimento de longos anos para desenvolver o futebol feminino".

Na verdade, através do Olympique Lyonnais, Lyon se tornou-se, nos últimos anos, na meca do futebol feminino. O obreiro dessa conquista foi o presidente, Jean-Michel Aulas: "Dei-me conta que a clivagem do futebol feminino dentro do futebol global era total e que se soubéssemos utilizar, de forma pertinente, os valores femininos em geral, e de paridade, e se soubéssemos valorizar as características do futebol feminino que queria evoluir, podíamos estar na crista de uma onda". A vaga vermelha e azul espalhou-se por toda a França e por toda a Europa, na construção de um palmarés sem precedentes: 13 títulos consecutivos no campeonato de França; 6 títulos na Liga dos Campeões, quantro dos quais seguidos. Um percuso que permite ao clube leonês contar com as melhores internacionais do mundo, como a norueguesa Ada Hegerberg, que ganhou em dezembro a primeira bola de ouro feminina.

A capitã da equipa, Wendie Renard, refere: "Quando se está ao nível mais alto, forçosamente, as jogadores têm vontade de se juntarem a nós. Posso tomar qualquer equipa como exemplo - o Barça, o Real Madrid - quando se vêm essas equipas jogar durante toda uma época, os jogadores têm vontade de se juntar a elas. Pois, acontece o mesmo conosco, enquanto jogadoras".

Para manter a liderança, agora que a pressão de outros clubes é cada vez maior, o clube leonês aposta também na formação das jogadoras, como lembra o repórter da Euronews, Cyrill Collot: "Uma das razões do sucesso do OL está na sua academia. O clube francês não se limita a ir buscar as melhores jogadoras a todos os continentes, forma-as também aqui, em Mezyeu, a poucos quilómetros de Décines".

A treinadora, Camille Abily, reconhece a importância das camadas jovens do clube: "É importante ter jogadoras internacionais, mas também temos vontade de trabalhar com as jovens jogadoras francesas e locais. Têm muita qualidade e trabalham aqui em muito boas condições".

A ambição do Olympique Lyonnais vai bem mais longe do que este campeonato mundial. O clube prepara já as jogadoras do futuro. Quem sabe se não tem aqui uma futura Bola de Ouro.