Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Reino Unido: May à espera do senhor que se segue

Reino Unido: May à espera do senhor que se segue
Direitos de autor
REUTERS/Hannah McKay TPX IMAGES OF THE DAY
Tamanho do texto Aa Aa

Theresa May está a partir de hoje na gestão dos assuntos correntes, até à nomeação do seu sucessor. Está aberta oficialmente a corrida à liderança do Partido Conservador. Um momento delicado para os tories, que acabam de ganhar à justa uma eleição regional e têm o Brexit às costas

Enquanto isso, o líder trabalhista, Jeremy Corbyn, reclama eleições legislativas: "No dia em que Theresa May deixa de ser líder do Partido Conservador, a minha mensagem para todos os que disputam a liderança do partido é: Vamos a isso! Estamos prontos para uma eleição geral a qualquer momento."

A eleição em Peterborough foi também um revés para Nigel Farage, que surgia nas sondagens como potencial vencedor e que não conseguiu colocar nenhum deputado no parlamento.

Farage entregou uma carta em Downing Street oferecendo a ajuda do seu partido nas negociações do Brexit com a UE. Seja qual for o Conservador que substitua Theresa May, terá o Brexit nos braços.

"Hoje é o último dia da líder conservadora e não quero ser muito duro . Ela disse-nos 108 vezes que íamos partir a 29 de Março e não o fizemos. Agora há um monte de candidatos a dizer que vamos partir no dia 31 de outubro. Eu realmente, francamente, não acredito numa palavra do que eles dizem", afirmou.

Boris Johnson é o favorito entre vários concorrentes para substituir May. O partido vai decidir em votação interna nas próximas semanas.

Johnson viu as suas hipóteses reforçadas por uma decisão judicial que o acusa de ter mentido sobre os benefícios do Brexit durante a campanha para o referendo de 2016.