A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rússia aprova lei para suspender tratado nuclear com EUA

Rússia aprova lei para suspender tratado nuclear com EUA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento de Moscovo aprovou esta terça-feira a lei para suspender o Tratado de Forças Nucleares, assinado com os Estados Unidos durante a Guerra Fria (1987).

Os últimos tempos foram marcados por acusações mútuas. O departamento de Estado norte-americano acusa a Rússia de violar o acordo. Moscovo nega e retribui as acusações

Uma posição sublinhada por Sergei Ryabkov, vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

"Desde os anos 2000, os Estados Unidos, utilizaram veículos aéreos não tripulados que se enquadram perfeitamente na definição de "mísseis de cruzeiro", conforme consta do artigo 2º do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio.”

Em Março, Vladimir Putin suspendeu a participação da Rússia no tratado e anunciou o desenvolvimento de novos tipos de mísseis terrestres, durante os próximos dois anos.

Moscovo justifica a saída como "a resposta" à decisão do presidente Donald Trump de deixar o acordo.