Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Irão abate drone e lança acusações aos EUA

Irão abate drone e lança acusações aos EUA
Direitos de autor
Eric Harris/U.S. Air Force via Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Irão diz ter abatido um drone dos EUA, que terá violado o seu espaço aéreo e garante que levará o caso "perante a ONU" para demonstrar que tem razão, nas acusações que faz aos norte-americanos.

A aeronave não tripulada, um Global Hawk pertencente à Marinha, foi abatida por um "míssil", sobre o Mar da Arábia, anunciava, em comunicado, a Guarda Revolucionária do Irão.

Donald Trump reagiu dizendo que Teerão cometeu um grande erro. Washington confirma que o drone foi abatido mas não a acusação de violar espaço aéreo iraniano.

A crise entre Washington e Teerão tem-se agudizado. Para o Presidente russo, Vladimir Putin, uma possível intervenção americana na região "será catastrófica" e alerta que mesmo para os EUA "as consequências serão muito tristes".

Enquanto o Pentágono diz que o drone foi abatido em espaço aéreo internacional Teerão garante que os Estados Unidos estão a mentir e acusa o país de submeter o Irão ao "terrorismo económico", realizando "ações clandestinas" contra Teerão chegando mesmo a invadir o seu território. Também através do Twitter Mohammad Javad Zarif afirma que estão apenas a defender o seu país.

O incidente terá ocorrido próximo do Estreito de Ormuz, ponto de passagem estratégico do petróleo, e onde aconteceram ataques recentes a navios cuja autoria é atribuída, pelos EUA, ao Irão.