A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Putin diz que liberalismo está "obsoleto"

Putin diz que liberalismo está "obsoleto"
Direitos de autor
Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin defende que o liberalismo está "obsoleto" e que "os valores tradicionais são mais estáveis e mais importantes" para a maioria da população ocidental. Uma opinião expressa pelo presidente russo numa entrevista ao Financial Times, na antecâmara da reunião do G20 no Japão:

"O ideal liberal pressupõe que nada precisa de ser feito. Os migrantes podem matar, pilhar e violar com impunidade, porque os seus direitos como migrantes devem ser protegidos. Que direitos são esses? Todos os crimes devem ser punidos. O ideal liberal tornou-se obsoleto e entrou em conflito com os interesses da grande maioria da população."

Uma declaração que não tardou a atrair as críticas da União Europeia. O presidente do Conselho Europeu afirmou, em comunicado, que "quem diz que a democracia liberal está obsoleta, também diz que as liberdades, o Estado de Direito e os Direitos Humanos estão obsoletos". Donald Tusk acrescentou que o que acha "realmente obsoleto é o autoritarismo, os cultos da personalidade e o domínio dos oligarcas".

Numa nota mais humorística, o presidente do Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que não se deu ao trabalho de ler os comentários de Putin.