Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Putin diz que liberalismo está "obsoleto"

Putin diz que liberalismo está "obsoleto"
Direitos de autor
Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin defende que o liberalismo está "obsoleto" e que "os valores tradicionais são mais estáveis e mais importantes" para a maioria da população ocidental. Uma opinião expressa pelo presidente russo numa entrevista ao Financial Times, na antecâmara da reunião do G20 no Japão:

"O ideal liberal pressupõe que nada precisa de ser feito. Os migrantes podem matar, pilhar e violar com impunidade, porque os seus direitos como migrantes devem ser protegidos. Que direitos são esses? Todos os crimes devem ser punidos. O ideal liberal tornou-se obsoleto e entrou em conflito com os interesses da grande maioria da população."

Uma declaração que não tardou a atrair as críticas da União Europeia. O presidente do Conselho Europeu afirmou, em comunicado, que "quem diz que a democracia liberal está obsoleta, também diz que as liberdades, o Estado de Direito e os Direitos Humanos estão obsoletos". Donald Tusk acrescentou que o que acha "realmente obsoleto é o autoritarismo, os cultos da personalidade e o domínio dos oligarcas".

Numa nota mais humorística, o presidente do Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que não se deu ao trabalho de ler os comentários de Putin.