A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Dia 2 do GP de Judo de Montreal: Japão e Canadá lideram em medalhas

Dia 2 do GP de Judo de Montreal: Japão e Canadá lideram em medalhas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O segundo dia do Grande Prémio de Montreal começou com a cerimónia inaugural na lotada Arena Maurice Richard, que incluíu um programa cultural apresentado pela comunidade indígena Mohawk.

O dia sorriu mais ao Japão, que conquistou duas medalhas de ouro, e também à nação anfitriã.

O Homem do Dia

Em ação hoje em -81kg esteve o nipónico Takanori Nagase, que se revelou o nosso homem do dia. Campeão do mundo em 2015, o judoca defrentou e superou, com um uchi-mata impressionante, o canadiano medalhista olímpico de bronze Antoine Valois-Fortier, somando mais uma medalha à sua coleção na prova.

"Últimamente tenho tido dificuldades em provas internacionais. E esta é a minha primeira medalha de ouro ao fim de muito tempo. Sinto que estou a progredir e a voltar à minha melhor forma."
Takanori Nagase

A Mulher do Dia

Com o forte apoio dos fãs, a canadiana Kelita Zupancic lutou frente à alemã Giovanna Scoccimarro na final de -70kg, mas foi a alemã quem reivindicou a medalha de ouro com o arremesso para ippon e se sagrou a nossa mulher do dia.

A judoca foi condecorada pela directora-executiva da organização desportiva canadiana Own The Podium, Anne Merklinger.

Giovanna Scoccimarro
"No princípio estava nervosa. Mas eu e meu treinador resolvemos que temos que absorver toda esta atmosfera e energia positiva e, com isso, senti-me bem, ganhei confiança. Estávamos a escassos segundos do fim e pensei que tinha mesmo que a dominar, que é agora ou nunca."
Giovanna Scoccimarro

As restantes categorias em prova

Na final de -73kg, o japonês campeão do mundo de 2017 Soichi Hashimoto defrentou e venceu Victor Scvortov, dos Emirados Árabes Unidos, com um waza-ari seguido de um golpe de braços. Um contra-ataque oportuno e decisivo, que lhe valeu a medalha de ouro.

O nipónico Soichi Hashimoto venceu Victor Scvortov, dos Emirados Árabes Unidos, com um waza-ari seguido de um golpe de braços, na final de -73kg.

Em -63kg, a sul-coreana Mokhee Cho sagrou-se campeã ao superar na final a britânica Amy Livesy. Esta foi a sua primeira medalha de ouro de sempre num Grande Prémio.

A brasileira Alexia Castilhos arrebatou, comovida, a medalha de bronze da categoria.

Para além das duas medalhas de prata, a nação anfitriã ganhou também duas medalhas de bronze.

A favorita Catherine Beauchemin-Pinard arrebatou uma medalha de bronze nos -63kg ao vencer a australiana Katharina Haecker e o compatriota Antoine Bouchard prevaleceu sobre o brasileiro Eduardo Barbosa em -73kg, levando o público ao rubro. Um dia óptimo para o Canadá.

Recorde-se que a portuguesa Catarina Costa conquistou ontem na prova a medalha de prata da categoria de -48 kg e Maria Siderot alcançou o sétimo lugar na mesma categoria.