Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Gregos entre o otimismo e o ceticismo com mudança de governo

Gregos entre o otimismo e o ceticismo com mudança de governo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Atenas despertou esta segunda-feira para uma nova realidade política com a vitória do Nova Democracia, que colocou um ponto final a mais de quatro anos de governação do Syriza.

"Domínio absoluto", "triunfo azul" e "uma responsabilidade histórica" foram algumas das manchetes da imprensa no rescaldo das eleições legislativas na Grécia.

Nas ruas, os gregos dividem-se entre a esperança na nova liderança do primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis, que já tomou posse hoje, e o ceticismo em relação ao passado do Nova Democracia antes da passagem da troika pelo país, acusado de levar o país para uma crise económica sem precedentes.

"É algo novo. Temos de tentar e ver o que vai acontecer a seguir, assim como fizemos com Alexis Tsipras", afirmou uma mulher nas ruas de Atenas à reportagem da euronews.

"Eles estavam no governo antes e estragaram tudo. Mandaram-nos para a sarjeta. E agora querem salvar-nos. Isso é uma piada", acrescentou um homem.

Já a ausência da Aurora Dourada dos assentos do parlamento foi recebida com agrado pela maioria das pessoas. O partido de extrema direita não foi além dos 2,9 por cento e falhou a eleição de deputados para a assembleia.

"Foi uma pena que eles tenham estado no parlamento. Estas eleições mostram que a Grécia está a começar a afastar-se deste fenómeno político e que os gregos não votam mais nestes partidos", referiu outra mulher ouvida pela euronews na capital grega.

"Com base nas manchetes da imprensa grega, todos os partidos dizem sair vencedores depois das eleições. O Syriza, porque não perdeu por uma percentagem tão grande, e o NOVA DEMOCRACIA, porque tem o primeiro governo de maioria absoluta desde 2009.

No entanto, o novo governo tem uma tarefa difícil pela frente. Os gregos querem ver resultados rápidos na economia e uma melhoria nas condições de vida.