Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Reino Unido admite libertar petroleiro iraniano

Reino Unido admite libertar petroleiro iraniano
Direitos de autor
Reuters / Jon Nazca
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido compromete-se a libertar o petroleiro iraniano retido em Gibraltar. Mas para devolver o Grace I, o Irão terá de dar garantias de que a embarcação não seguirá para a Síria. O compromisso foi assumido pelo ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, após falar com o homólogo iraniano.

Jeremy Hunt garantiu é possível resolver a situação, seguindo o devido processo nos tribunais de Gibraltar. Depois de ter telefonado a Mohammad Javad Zarif, Hunt achou encorajador ouvir que o Irão não pretende agravar a situação, afirmando que as duas partes estão dispostas a resolver o problema.

Nos últimos dias, a tensão diplomática subiu de tom, depois de o Reino Unido ter revelado que navios iranianos tentaram impedir a passagem de um petroleiro britânico no estreito de Ormuz.

Há cerca de um mês também Washington reagia contra o Irão depois de duas embarcações, uma japonesa e outra norueguesa terem sido atingidas por explosões no mesmo local. Uma via marítima por onde se estima passarem entre 30 e 40% do petróleo mundial