A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Protestos em Hong Kong não desmobilizam

Protestos em Hong Kong não desmobilizam
Direitos de autor
REUTERS/Tyrone Siu
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos em Hong Kong entraram na sexta semana. Em Sha Tin, a manifestação estendeu-se pacificamente pela cidade durante a maior parte do dia. No princípio da noite, quando a polícia forçou a demobilização, alguns manifestantes refugiaram-se num centro comercial e enfrentaram as autoridades com tacos e guarda-chuvas.

Testemunhas no local dão conta de que vários manifestantes foram detidos, mas os números exatos são desconhecidos.

Centenas de milhar de pessoas têm desfilado nas ruas de Hong King no último mês contra a lei que permitiria a extradição para a China. Carrie Lam, a líder política do território, já veio dizer que a polémica lesgislação está morta, mas a oposição quer garantir que não volta sequer a ser discutida.