Última hora
This content is not available in your region

Theresa May critica Trump por comentários xenófobos

Theresa May critica Trump por comentários xenófobos
Tamanho do texto Aa Aa

"Completamente inaceitáveis", foi a expressão utilizada pela primeira-ministra do Reino Unido para classificar as declarações de Donald Trump, que visariam quatro congressistas democratas que o têm criticado.

Numa série de tweets, publicados no domingo, o presidente dos Estados Unidos considerou interessante ver "congressistas 'progressistas', originárias de países cujos governos são uma completa e total catástrofe" a criticar a sua administração. Trump perguntou ainda: "Por que não regressam e ajudam a consertar os "sítios destruídos e infestados de crimes de onde vieram?".

Embora Trump não tenha mencionado nomes, a congressista Alexandria Ocasio-Cortez interpretou os tweets como um ataque direto. Alexandria , Ilhan Omar, Ayanna Pressley e Rashida Tlaib formam um grupo apelidado "The Squad", o esquadrão, que tem criticado bastante Trump, sobretudo no que respeita às políticas de imigração.

Apesar de ter opinião diferente das quatro congressistas em vários pontos, a presidente da Câmara dos Representantes considerou os comentários de Trump "xenófobos". Nancy Pelosi acusou ainda o presidente dos Estados Unidos de que "o seu plano 'Make America Great Again' sempre consistiu em tornar a América branca de novo".

Das quatro congressistas, apenas Omar não é natural dos Estados Unidos. Nasceu na Somália, mas tem cidadania norte-americana.

Os comentários de Trump acontecem numa altura em que decorre uma operação do Governo dos Estados Unidos para deter e deportar imigrantes ilegais.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.