A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Jardim de corais moles nos Açores

Jardim de corais moles nos Açores
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um jardim de corais moles foi descoberto no mar dos Açores, no âmbito da expedição luso-espanhola “Explosea 2” estacionada no arquipélago para estudar emissões submarinas associadas ao vulcanismo.

É a primeira vez que uma expedição organizada por instituições espanholas e portuguesas localiza um jardim de corais moles em águas portuguesas e é o primeiro registado nos Açores.

Em comunicado, o Ministério do Mar revelou que os corais foram localizados entre 125 e 160 metros de profundidade, na zona dos Capelinhos, na ilha do Faial.

Segundo Luis Somoza, chefe da expedição, esta é "uma descoberta extraordinária porque nasceu num de cones vulcânicos submarinos na zona dos Capelinhos que esteve em erupção há 52 anos".

A descoberta da expedição “Explosea 2” reforça a posição dos Açores como um dos locais do mundo com maior potencial de descoberta científica e de conhecimento do mar.

No início da semana, o arquipélago foi classificado como um Hope Spot (Local de Esperança) para a protecção dos oceanos pela fundação Mission Blue. Os Locais de Esperança são áreas essenciais para a saúde dos oceanos.

A fundação norte-americana explicou que o objectivo desta classificação é “divulgar a importância dos Açores como habitat de diferentes espécies marinhas, promover acções de exploração e protecção do oceano e apoiar as comunidades locais”.