EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

EUA acusam Venezuela de "agressão" aérea

EUA acusam Venezuela de "agressão" aérea
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com EFE / AFP / Reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ministro da Defesa venezuelano afirma que caça SU-30 intercetou avião de reconhecimento norte-americano que voava na Zona Económica Exclusiva do seu país

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos acusaram um caça venezuelano de se aproximar de forma "agressiva" de um avião de reconhecimento EP-3 norte-americano, sobre o mar das Caraíbas.

Segundo Washington, o avião efetuava "uma missão aprovada em espaço aéreo internacional", quando o caça SU-30, que tinha descolado de Caracas, se pôs a segui-lo "a uma distância perigosa [...], pondo em perigo a tripulação e o aparelho".

Do lado venezuelano, o ministro da Defesa, Vladimir Padrino, afirmou que "o Comando Estratégico Operacional intercetou uma aeronave de tipo EP-3 norte-americana, com capacidades de reconhecimento rádio-eletrónico [...] na Zona Económica Exclusiva [da Venezuela]". Padrino acusou os Estados Unidos de "não participarem, não informarem e não cumprirem a legislação aérea [internacional]".

O "encontro" entre os dois aviões terá ocorrido na sexta-feira, no mesmo dia em que a administração de Donald Trump anunciava novas sanções contra quatro responsáveis dos serviços secretos do Exército venezuelano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Assembleia da Venezuela nomeia comissão para definir data das eleições

Guiana: Presidente venezuelano assume controlo da exploração de crude e gás da região de Essequibo

Mega-operação para retomar controlo de prisão