A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

EUA acusam Venezuela de "agressão" aérea

EUA acusam Venezuela de "agressão" aérea
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos acusaram um caça venezuelano de se aproximar de forma "agressiva" de um avião de reconhecimento EP-3 norte-americano, sobre o mar das Caraíbas.

Segundo Washington, o avião efetuava "uma missão aprovada em espaço aéreo internacional", quando o caça SU-30, que tinha descolado de Caracas, se pôs a segui-lo "a uma distância perigosa [...], pondo em perigo a tripulação e o aparelho".

Do lado venezuelano, o ministro da Defesa, Vladimir Padrino, afirmou que "o Comando Estratégico Operacional intercetou uma aeronave de tipo EP-3 norte-americana, com capacidades de reconhecimento rádio-eletrónico [...] na Zona Económica Exclusiva [da Venezuela]". Padrino acusou os Estados Unidos de "não participarem, não informarem e não cumprirem a legislação aérea [internacional]".

O "encontro" entre os dois aviões terá ocorrido na sexta-feira, no mesmo dia em que a administração de Donald Trump anunciava novas sanções contra quatro responsáveis dos serviços secretos do Exército venezuelano.