Um governante "irregular" à beira de assumir a liderança do Governo

Vincent McAviney, a Euronews à porta do n.° 10 de Downing Street, em Londres
Vincent McAviney, a Euronews à porta do n.° 10 de Downing Street, em Londres
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O correspondente da Euronews no Reino Unido, Vincent McAviney, analisa os principais desafios da nova carreira de Boris Johnson à porta da residência oficial do primeiro-ministro britânico

PUBLICIDADE

A Euronews acompanhou em Londres o anúncio do nome do novo líder do Partido Conservador, e por conseguinte futuro primeiro-ministro do Reino Unido, junto à porta do n.° 10 de Downing Street, a residência oficial e o gabinete de trabalho do chefe de Governo britânico.

Vincent McAviney considerou um triunfo incontestável o de Boris Johnson, com 66% dos votos validados, e antecipou a difícil tarefa iniciada pelo novo líder dos Conservadores quando esta quarta-feira à tarde entrar pela primeira vez no "n.°10 de Downing Street" como primeiro-ministro.

Depois de formar um novo executivo, "BoJo", como também é conhecido, terá o "brexit" como grande prioridade e o grande desafio de uma carreira governativa "irregular" enquanto presidente da Câmara de Londres e ministro dos Negócios Estrangeiros no elenco de estreia de Theresa May.

Donald Trump poderá revelar-se um importante aliado, até para colocar pressão sobre a União Europeia, mas Boris terá também em mãos o recente atrito naval com o Irão e há curiosidade para ver se irá tomar uma posição de força no palco político global.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Eurodeputados reagem à eleição de Boris Johnson

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana

Batalha legal contra as "prisões" temporárias de requerentes de asilo em Inglaterra