A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora
Pipocas congeladas são "o último grito" no Japão

no comment

Pipocas congeladas são "o último grito" no Japão

Pipocas congeladas não são propriamente uma novidade, mas em Osaca estão a tornar-se numa das atrações do verão japonês.

O processo é conseguido com recurso a nitrogénio a 200° Célsius negativos e está já a revelar-se um sucesso no comércio alimentar de rua como se fosse um gelado. E de certa forma é.

Cada dose de "frozen popcorns" é vendida a 600 ienes (quase €5) e só uma das lojas já a comercializar estas pipocas geladas garante vender cerca de 400 porções por dia.

As primeiras notícias de pipocas congeladas surgiram há mais de cinco anos. O processo de produção evoluiu e espalhou-se pelo mundo.

No ano passado, uma cadeia de cinema no Dubai já comercializava as pipocas congeladas com nitrogénio líquido.

Mais vídeos No Comment