A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

EUA aplicam sanções financeiras a chefe da diplomacia do Irão

EUA aplicam sanções financeiras a chefe da diplomacia do Irão
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, Mohammad Javad Zariff, é o último alvo das sanções financeiras dos Estados Unidos.

A Secretaria do Tesouro impôs esta quarta-feira o congelamento de todos os ativos do chefe da diplomacia do Irão em solo americano, além da proibição de qualquer transação. Zariff é acusado pela Casa Branca de difundir "propaganda e campanhas de desinformação" do regime.

Apesar da medida, Zarif já reagiu na rede social Twitter, negando a posse de ativos financeiros nos Estados Unidos e desvalorizando o impacto desta decisão.

O anúncio de sanções contra Zarif ocorre um mês depois de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter ordenado sanções contra o líder supremo do Irão, Ali Khamenei.

As sanções agora aplicadas a Zarif marcam nova escalada na tensão entre os dois países. Estados Unidos e Irão trocam acusações desde 2018, quando Donald Trump decretou a retirada do país do Acordo Nuclear assinado em 2015.

Desde então, Washington não poupou nas sanções ao regime iraniano, presidido por Hassan Rouhani, e reforçou mesmo nos últimos meses a presença militar no Golfo Pérsico.