A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Egan Bernal prefere contacto com fãs da terra natal a desfile na capital

Egan Bernal prefere contacto com fãs da terra natal a desfile na capital
Direitos de autor
REUTERS/Luisa Gonzalez
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

_Egan Bernal foi recebido como um herói em Zipaquirá, na Colômbia. _

O primeiro latino-americano a vencer à volta à França em bicicleta não quis uma cerimónia oficial à chegada ao aeroporto de Bogotá nem um desfile pelas ruas da capital e preferiu o contacto com os fãs da sua terra. "Quero ter os pés no chão e continuar a trabalhar como tenho feito até agora e ter prazer com o que faço. Se um dia puder voltar a ganhar a volta à França, tentarei uma terceira vez e depois uma quarta e uma quinta vez. Isto é como uma droga. Ganha-se uma vez e quer-se sempre mais", declarou o ciclista colombiano, esta quarta-feira, em Zipaquirá.

Isto é como uma droga. Ganha-se uma vez e quer-se sempre mais
Egan Bernal
ciclista colombiano

Num país marcado pela desigualdade, pela violência e pela instabilidade política, o ciclista de 22 anos é uma fonte de inspiração. "É um super-herói para as pessoas, tal como o Nairoman (Nairo Quintana) e o Rigo (Rigoberto Uran). São exemplos que levam as pessoas a seguirem o mesmo caminho", referiu Jairo Sierra, um fã de ciclismo, em Zipaquirá.

O treino em altitude com um ar menos rico em oxigénio é um dos segredos dos colombianos que se têm destacado no ciclismo mundial.