A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Autópsia confirma suicídio de Epstein

Autópsia confirma suicídio de Epstein
Direitos de autor
REUTERS/Jeenah Moon/File Photo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A autópsia oficial confirma a causa da morte de Jeffrey Epstein - o milionário cometeu suicídio por enforcamento.

Epstein, de 66 anos, suspeito de liderar uma rede de tráfico sexual e acusado de abusar sexualmente de várias menores de idade foi preso no dia 6 de julho.

Foi encontrado morto na cela de uma prisão de Nova Iorque, no início do mês. No final de julho, o magnata já tinha sido encontrado deitado no chão com ferimentos no pescoço.

Antes da morte, o empresário tinha-se declarado inocente das acusações de tráfico sexual envolvendo dezenas de raparigas menores, entre 2002 e 2005.