Comunidade internacional decide aumentar proteção a algumas espécies ameaçadas

Comunidade internacional decide aumentar proteção a algumas espécies ameaçadas
Direitos de autor Copyright Michael Aston
De  euronews/RWS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A comunidade internacional concordou em fortalecer as proteções para 18 espécies ameaçadas de tubarões e raias, incluindo aquelas cujas barbatanas são usadas nas sopas chinesas.

PUBLICIDADE

A comunidade internacional concordou em fortalecer as proteções para 18 espécies ameaçadas de tubarões e raias, incluindo aquelas cujas barbatanas são usadas nas sopas chinesas.

O acordo foi alcançado na Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção, em Genebra.

"O que isto significa é que os Governos não podem importar carne de tubarão, a não ser que haja uma licença, que diga que o Governo que a exporta ou que caça estas espécies em alto mar confirma que é sustentável. Não é um sistema perfeito, mas até à criação do regulamento da CITES não havia qualquer regulação internacional. Isto não significa que as pessoas não a devam comer. Significa que não deve ser comercializada a não ser que seja verdadeiramente sustentável", explicou Susan Lieberman, vice-presidente da Wildlife Conservation Society.

Mais de uma centena de países votou a favor da proibição da comercialização internacional da lontra comum.

Uma proposta sobre a lontra cinzenta será debatida esta segunda-feira.

Os votos têm agora de ser confirmados no plenário até quarta-feira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Decisão histórica protege cerca de 50 espécies de tubarão

Grande Prémio de Relojoaria de Genebra: Nomeados para os melhores relógios 2023

“Watches and Wonders”: o maior evento mundial de alta relojoaria está de volta a Genebra