A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

1500 refugiados retirados de Moria

1500 refugiados retirados de Moria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mil e quinhentos refugiados com processos de pedidos de asilo ainda a decorrer foram esta segunda-feira transferidos da ilha de Lesbos para a Grécia continental. No navio "Aqua Blue" partiram 781 migrantes. São sobretudo famílias que saíram do campo de refugiados de Moria, perto de Mitilene, a capital da ilha. Seguem a caminho de Salónica e vão ser instalados no norte da Grécia.

À segunda maior cidade da Grécia, chegaram já mais de 600 migrantes - quase todos afegãos - que vieram de Lesbos. Seguiram de autocarro para um campo em Nea Kavala que acolhe já um milhar de refugiados sírios. As autoridades garantem no entanto que é uma situação provisória e que novas instalações estão a ser construídas.

Lesbos recebeu uma vaga de migrantes sem precedentes na última semana. As autoridades gregas sublinham a dificuldade de todo o processo que se arrasta há quatro anos.

Moria é o maior campo de refugiados da Europa. Projetado para albergar 3 mil pessoas, acomoda 11 mil. Organizaçoes internacionais criticam as condições precárias em que os refugiados se encontram.