Última hora

Aprovado fim da imunidade parlamentar na Ucrânia

Aprovado fim da imunidade parlamentar na Ucrânia
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, os deputados podem, em breve, vir a ser responsabilizados por atos criminais, sem estarem protegidos pela imunidade. O parlamento aprovou a medida, que vai ainda precisar do aval das autoridades judiciais. É uma vitória para o presidente Volodymyr Zelenskiy.

"Se um deputado atropelar alguém, se encobrir certas práticas ou se cometer qualquer outro ato criminoso - tem de ser levado à justiça. O parlamento é um órgão legislativo, não é um abrigo para alguém se proteger da justiça durante cinco anos", disse o chefe de Estado num discurso no hemiciclo.

O projeto foi aprovado com uma forte maioria e apenas três abstenções e 28 não-participações, as dos deputados da plataforma "Pela Vida", uma das forças de oposição a Zelenskiy. Estes deputados consideram a lei injusta, porque prevê o fim da imunidade para os deputados, mas não para o presidente nem para os juízes.

Zelenskiy derrotou o antecessor Petro Poroshenko nas eleições desta primavera com a promessa de lutar contra a corrupção.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.