EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Diada: marcha pela independência catalã perde força

Diada: marcha pela independência catalã perde força
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de pessoas sairam à rua em Barcelona para assinalar o Dia da Catalunha, mas o movimento independentista parece estar a perder vitalidade

PUBLICIDADE

Milhares de pessoas desfilaram esta quarta-feira pelas ruas de Barcelona para assinalar a Diada, o Dia da Catalunha, com reivindicações de independência para a comunidade autónoma espanhola e para pedir a libertação dos líderes separatistas detidos.

Um desfile que ocorre num clima de clivagem entre os partidos independentistas e na expectativa da sentença dos que participaram no processo secessionista de 2017.

Ainda assim, o presidente da região autónoma, Quim Torra, defendeu que "esta enorme manifestação, que concentra milhares de catalães, deixa uma mensagem clara: o objetivo para as próximas semanas e meses é a independência da Catalunha. Uma mensagem clara para a Europa e o resto do mundo".

Um reformado que participou no desfile afirmava que "é o passo no sentido de consciencializar o resto da Europa. O mundo está a aperceber-se do que está a acontecer [na Catalunha], que é uma vergonha. O que a Espanha está a fazer contra o povo catalão é como o 'apartheid' sul-africano. Uma injustiça total."

Apesar da multidão presente, o independentismo catalão parece estar a perder força: segundo os números avançados pelas autoridades "cerca de 600.000" pessoas sairam à rua este ano, uma baixa significativa em relação ao milhão que se manifestou na capital catalã em 2018.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Navio de cruzeiro com 1500 passageiros retido em Barcelona porque 69 bolivianos têm vistos falsos

Dani Alves libertado sob fiança após pagar caução de um milhão de euros

Mobile World Congress com Inteligência Artificial em destaque deve levar 100 mil pessoas a Barcelona