A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Brexit é de novo debatido no Parlamento Europeu

Brexit é de novo debatido no Parlamento Europeu
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto o parlamento britânico se encontra suspenso, em Estrasburgo, o parlamento europeu continua a discutir o Brexit.

O debate registou momentos intensos e mesmo uma referência ao presidente do parlamento britânico John Bercow.

"Não vou gritar 'Ordem, ordem" porque não estou na Câmara dos Comuns apesar de que gostaria de ter a mesma voz e influência", sublinhou Mairead McGuinness, vice-presidente do Parlamento e eurodeputada irlandesa.

A frustração continua a ser o sentimento dominante no que toca ao Brexit. Depois da visita do chefe do governo britânico ao Luxemburgo, tudo sugere que não há progressos a registar.

Um dos elementos do influente grupo de acompanhamento do Brexit no parlamento europeu afirma que a confiança esgotou-se.

"Penso que Boris Johnson trabalhou muito nos últimos anos para projetar uma imagem de alguém que não merece confiança, pelo menos entre os 27 membros da UE, e obteve sucesso. Nesse sentido, missão cumprida", disse o eurodeputado belga Philippe Lamberts que integra o Grupo de Coordenação do Brexit.

Outro elemento do mesmo grupo parlamentar foi menos duro.

O eurodeputado português Pedro Silva Pereira preferiu adotar um tom mais conciliatório.

"Boris Johnson não apresentou alternativas credíveis ao chamado backstop. Isso confirma que será difícil obter um acordo na próxima cimeira. É claro que vamos apoiar uma extensão ao Artigo 50 caso não se chegue a um acordo porque isso parece ser a única solução para se evitar um cenário catastrófico de ausência de acordo", disse.

Esta quarta-feira os eurodeputados votam uma resolução que define as condições para uma nova extensão do prazo do Brexit. Caso o Reino Unido venha a pedir tal, claro.