A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Migração humanitária cai nos países da OCDE

Migração humanitária cai nos países da OCDE
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em 2018, as migrações humanitárias caíram nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico. Os dados constam de um relatório da OCDE sobre as migrações internacionais, que dá conta de um decréscimo no número de pedidos de asilo no ano passado.

O International Migration Outlook 2019, alerta, no entanto, para um aumento dos fluxos migratórios por motivos profissionais ou familiares.

No ano passado, a Europa registou um decréscimo no número de pedidos de asilo.

Do grupo de países da organização, os EUA mantêm-se, pelo segundo ano consecutivo, como o principal destino de asilo. Na Europa, é a Alemanha que ocupa essa posição, com mais de cem mil requerentes, seguida depois pela Turquia.

Já a migração laboral aumentou mais 6% no ano passado.

Ainda no que diz respeito ao velho continente, o crescimento populacional foi pequeno nas últimas décadas principalmente por causa da imigração. Ao longo do s últimos dez anos, os imigrantes representaram 70% do aumento da força de trabalho na Europa.