A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Trudeau volta a pedir desculpa por maquilhagem

Trudeau volta a pedir desculpa por maquilhagem
Direitos de autor
REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A um mês das eleições, Justin Trudeau volta a ter de pedir desculpas. Foram divulgadas novas imagens do primeiro-ministro do Canadá maquilhado de negro há vinte anos.

"Venho de um lugar privilegiado e durante a minha vida tenho me esforçado para colocar as vantagens e as oportunidades que me foram dadas ao serviço deste país e lutar pelos direitos das pessoas. Tenho de reconhecer que, com essa escolha (pintar a cara de negro), dececionei muitas pessoas. Estou aqui, hoje, para refletir sobre isso e pedir perdão," afirmou o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau.

As imagens podem vir a afetar a reeleição de Trudeau, normalmente os liberais conseguem o apoio das comunidades imigrantes.

O líder do Partido Conservador Andrew Scheer, o principal rival, disse que Trudeau tinha mentido no pedido de desculpas de quarta-feira porque mencionou ter pintado a cara de negro apenas duas vezes. Scheer também reconheceu que foram os conservadores que entregaram os novas imagens à Global News.