Última hora

Justin Trudeau celebra vitória nas eleições canadianas mas não foi o único

Justin Trudeau celebra vitória nas eleições canadianas mas não foi o único
Direitos de autor
رويترز
Tamanho do texto Aa Aa

Justin Trudeau garantiu esta segunda-feira um segundo mandato à frente do Governo do Canadá, mas desta vez não vai contar com a maioria no Parlamento.

O Partido Liberal ficou a mais de dez lugares dos 170 necessários para controlar o parlamento, ainda assim o líder dos liberais celebrou em grande o triunfo.

"Que noite incrível. Obrigado a todos. De costa a costa a costa, os canadianos rejeitaram a divisão e negativismo. Rejeitaram os cortes e a austeridade. E votaram a favor de uma agenda progressista e de uma ação forte perante as alterações climáticas", afirmou o primeiro-ministro reconduzido no cargo.

Apesar do ambiente de festa, os liberais perderam 20 lugares na assembleia nacional. Em sentido inverso, o partido Conservador conseguiu mais 26 deputados que no escrutínio anterior e até venceu o voto popular. Para Andrew Scheer, a mensagem é clara:

"Esta noite, os conservadores deram um aviso a Justin Trudeau. E, senhor Trudeau, quando o seu governo cair, os conservadores estarão prontos e irão vencer".

A terceira força política mais votada é agora o Bloco do Quebeque, um partido independentista, mas que até admite apoiar o governo após uma subida de 10 para 32 deputados.

O Novo Partido Democrático também sofreu uma queda nas urnas, cedendo 20 lugares e passando agora a ser a quarta força política no Canadá, com 24 representantes na assembleia nacional.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.