Última hora

Eleições legislativas no Canadá e a pressão sobre Trudeau

Eleições legislativas no Canadá e a pressão sobre Trudeau
Direitos de autor
REUTERS/Carlo Allegri
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em dia de eleições legislativas no Canadá, Justin Trudeau deslocou-se às urnas para participar num escrutínio em que corre o risco de perder a maioria parlamentar.

Mais de 27 milhões de eleitores foram chamados a escolher o primeiro-ministro. A câmara baixa do parlamento do Canadá é composta por 338 deputados, mas para ter a maioria absoluta, um partido precisa de eleger 170 deputados.

Um Governo de coligação adivinha-se improvável, pelo que Justin Trudeau poderá fazer história e ser o primeiro chefe de governo canadiano apoiado por uma maioria parlamentar a falhar a reeleição desde 1935.

Envolvido em várias polémicas, Trudeau mede forças com Andrew Scheer. O líder do Parido Conservador, e principal adversário, é visto como uma alternativa ao Partido Liberal mas também não escapa às críticas.

O social-democrata Jagmeet Singh e a ambientalista Elizabeth May também estão no combate eleitoral. À falta de maioria, Trudeau pode, em teoria, acertar agulhas com o NPD se Singh e o Partido Verde, com uma agenda ambiental mais ambiciosa do que os liberais, mas a tradição política canadiana não é tanto de coligações.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.