A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Festival de San Sebastián enche-se de estrelas internacionais

Festival de San Sebastián enche-se de estrelas internacionais
Direitos de autor
REUTERS/Vincent West
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em San Sebastián respira-se cinema. O idioma da sétima arte instalou-se na cidade espanhola e dominará até ao próximo sábado, dia da cerimónia de premiação da 67ª edição do Festival Internacional de Cinema de San Sebastián.

A atriz Kristen Stewart, protagonista da saga "Crepúsuculo", foi a primeira a atrair as atenções dos fãs no "Zinemaldia". Na Secção Oficial competem 18 filmes, aos quais se juntam outros fora de competição.

"Mientras dure la Guerra" era uma das películas mais aguardadas. O realizador Alejandro Amenábar recorreu a Karra Elejalde e Eduard Fernández para fazer um elogio ao pensamento crítico através da figura de figura de Miguel de Unamuno.

O escritor e ensaísta debateu-se entre o apoio e a rejeição da revolta militar de 1936 e protagonizou, na Universidade de Salamanca, um confronto histórico com o general Millán-Astray, fundador da Legião Estrangeira.

O realizador Alejandro Amenábar destacou a importância moral do protagonista: "Ele questiona as coisas a todo o instante. Não dá nada por certo. O que vemos atualmente, entre muitos intelectuais e políticos, são pessoas que estão dispostas a dar o braço a torcer. Gosto de ver alguém capaz de questionar a República da qual ele próprio era o pai. Ao mesmo tempo que apoia os militares, que pensam que vão restituir a ordem à República, questiona-os de uma forma valente e inoportuna. Seria bom ter vários Unamunos em Espanha."

Ao todo, durante o Festival, poderão ver-se mais de 200 filmes. Pela passadeira vermelha passarão estrelas como Ken Loach, Darren Aranofsky, Javier Bardem, Juliette Binoche ou Gael García Bernal.

Carlos Marlasca, Euronews - Depois de ser eliminado da corrida para representar Espanha nos Óscares, a favor de "Dor e Glória", de Pedro Almodóvar, Alejandro Amenábar poderá obter a vingança no Festival Internacional de Cinema de San Sebastián. A organização que mostrar o compromisso com a igualdade de género. Por isso, este ano há mais mulheres na Secção Oficial e em outras, como Novos Realizadores, a paridade é absoluta.