A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

GP de Tashkent: Rússia lidera tabela de medalhas

GP de Tashkent: Rússia lidera tabela de medalhas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Grande Prémio de Judo de Tashkent terminou no domingo em ambiente de festa.

Um total de 29 países subiram ao pódio e a Rússia alcançou o primeiro lugar na tabela de medalhas, conquistando mais duas medalhas de ouro e somando um total de 5 na prova.

O nosso Homem do Dia

O sueco Marcus Nyman, que esteve na sua melhor forma, reivindicou o seu terceiro título num Grande Prémio e revelou-se o nosso Homem do Dia.

Marcus Nyman e Khusen Khalmurzaev

O judoca marcou Ippon em todos os combates, derrotou o japonês atual campeão olímpico Mashu Baker nos quartos de final e venceu na final de -90kg o russo Khusen Khalmurzaev.

Marcus Nyman
"Quando marquei Ippon na final, a sensação foi incrível. Há muito tempo que não me sentia tão feliz, sinto que o meu esforço valeu a pena."
Marcus Nyman

A nossa Mulher do Dia

A nossa Mulher do Dia foi a judoca Bernadette Graf. A austríaca venceu a categoria de -78 kg ao derrotar na final a russa Antonina Shmeleva.

Bernardette Graf e Antonina Shmeleva na final.

Graf fez uma exibição perfeita durante todo o dia e marcou também Ippon em todos os combates.

Bernadette Graf
"Esta prova é diferente, porque é uma competição de maiores dimensões, com um número mais elevado de judocas, mas sinto-me bem a lutar aqui e gosto de vir a Tashkent."
Bernadette Graf

As restantes categorias em prova

Na final de -100 kg masculinos, o russo Kazbek Zankishiev defrentou Zelym Kotsoiev, do Azerbaijão. Os dois judocas ocupam lugares vizinhos no ranking, e têm ambos no palmarés vitórias em competições internacionais, mas em Tashkent o russo levou a melhor, superando com um poderoso Ippon o jovem azeri de 21 anos.

A segunda medalha de ouro do dia para a Rússia foi arrebatada por Kseniia Chibisova na categoria de +78 kg, que venceu a sul-coreana Hayun Kim, por Ippon, após 30 segundos do início do combate. Uma vitória rápida e fácil.

Na categoria mais pesada de +100kg, a final foi um duelo colossal entre o georgiano campeão do Mundo Guram Tushishvili e a jovem estrela competir em casa, Bekmurod Oltiboev, dois judocas com a mesma estatura, a mesma altura, e o mesmo estilo ofensivo de judo.

Tushishvili marcou primeiro um Waza-ari mas Oltiboev pagou-lhe pela mesma moeda, marcando também Waza-ari. A 25 segundos do final do tempo regulamentar, Tushishvili não perdoou e marcou o Ippon da vitória.

Menção especial: Natalie Powell

E para terminar, a judoca britânica Natalie Powell merece uma menção especial, pelo dinamismo e alto nível técnico com que venceu o combate pelo bronze na categoria de -78kg, frente à sul-coreana Hyunji Yoon.

Natalie Powell no combate pela medalha de bronze com Hyunji Yoon.

A judoca soma agora uma incrível coleção de 28 medalhas em provas do circuito Mundial de Judo.

A próxima competição da Federação Internacional de Judo será o Campeonato do Mundo de Cadetes, a ter lugar de 25 a 28 de Stembro no Cazaquistão.

A próxima prova do circuito mundial de judo, o Grand Slam de Brasília, irá decorrer de 6 a 8 de Outubro, no Brasil.