A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Partidos árabes apoiam Benny Gantz para formar governo

Partidos árabes apoiam Benny Gantz para formar governo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em Israel, os partidos árabes, a terceira força parlamentar mais forte e que ganhou poder nas últimas eleições legislativas, decidiram avançar com o nome de Benny Gantz para formar um novo governo. Desta forma, o líder da oposição deverá conseguir mais apoio do que o atual chefe do executivo Benjamin Netanyahu:

"A Lista Unida adotou uma posição histórica que deve pôr um fim à era Netanyahu. Não há possibilidade de voltar atrás. Não há outra alternativa. Escolher Benny Gantz foi a forma de expressar a intenção central de impedir que Netanyahu forme o próximo governo", explicou o líder de uma das formações árabes.

Para superar Netanyahu, que governa Israel há 10 anos, Gantz precisava do apoio dos 13 deputados eleitos pela Lista Unida, que reúne todas as forças políticas árabes israelitas, que representam um quinto da população do país.

É a primeira vez desde a década de 90 do século passado que esta minoria de origem palestiniana, com assento parlamentar, conseguem eleger um primeiro-ministro.

O resultado conseguido pelas formações árabes em Israel, que lhes dá mais poder, marca um volte-face na política do país. Estes partidos nunca fizeram parte de um governo israelita.