Última hora
This content is not available in your region

Anri Egutidze conquista medalha de bronze no Grand Slam de Brasília

euronews_icons_loading
Anri Egutidze conquista medalha de bronze no Grand Slam de Brasília
Tamanho do texto Aa Aa

O judoca português Anri Egutidze conquistou esta segunda-feira a medalha de bronze em -81kg no Grand Slam de Brasília, ao vencer o russo Khasan Khalmurzaev, por ippon.

Anri Egutidze falhou somente a presença na final após caír diante do turco Vedat Albayrak, por ippon.

Anri Egutidze e Khasan Khalmurzaev

O japonês ex-campeão do Mundo Takanori Nagase conquistou a medalha de ouro da categoria, a sua terceira consecutiva em provas do Circuito Mundial de Judo.

O embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, entregou as medalhas aos judocas.

A competir na mesma categoria, Carlos Luz foi eliminado logo no primeiro combate, ao perder frente ao italiano Christian Parlati.

O triunfo da experiência

Depois de uma emocionante cerimónia de abertura, a segunda jornada foi marcada por muita ação e pelo triunfo de judocas mais experientes, já que três dos quatro campeões têm idades superiores a 30 anos.

O russo de 31 anos Musa Mogushkov defrentou o jovem a competir em casa David Lima e deixou clara a sua superioridade técnica com um sublime Tai otoshi, com que derrotou o adversário e arrebatou a medalha de ouro em -73kg .

Uma exibição excepcional e mais um passo largo para o russo a caminho da qualificação para os Olímpicos de Tóquio.

Musa Mogushkov
"Não costumo usar esta técnica em competições, mas tenho-a aperfeiçoado nos treinos e senti que o momento era perfeito. Executei o golpe e resultou."
Musa Mogushkov

Décio dos Santos Brasil, Secretário Especial de Desporto do Ministério da Cidadania do Brasil, entregou as medalhas da categoria.

A nossa Mulher do Dia

Em -70kg, a colombiana tricampeã do Mundo Yuri Alvear avançou sem problemas nos preliminares, com vitórias por ippon em todos os combates e apenas 3 minutos no tatami. À sua espera na final estava a jovem revelação alemã Giovanna Scoccimarro, que buscava uma segunda medalha de ouro numa prova do Circuito Mundial de Judo. Mas Alvear marcou o Waza-ari decisivo e conquistou o título, sagrando-se a nossa mulher do dia.

"O mais importante nestes combates é manter a calma e isso consegue-se com a experiência. Aprendi a manter-me calma ao longo dos anos e sempre que o tenho feito, obtenho um bom resultado.”
Yuri Alvear

As medalhas da categoria foram apresentadas pelo embaixador de Cuba no Brasil, Ronaldo Gomez.

Brasil domina em -63kg

A final de -63kg foi disputada por duas brasileiras, que buscavam ambas a sua primeira medalha de ouro no Grand Slam. A medalhista olímpica de bronze de 2008 Ketleyn Quadros defrentou e superou a judoca Alexia Castilhos com um inteligente Sumi-gaeshi, garantindo o primeiro lugar do pódio e levando o público da casa ao rubro.

O Movimento do Dia

O nosso Movimento do Dia coube a Soichi Hashimoto, outro antigo campeão do mundo, que produziu um enorme, vistoso e vitorioso Seoi nage no combate dos quartos de final em -73kg frente ao francês Guillaume Chaîne.

Soichi Hashimoto e Guillaume Chaîne

Um momento de destaque numa segunda jornada marcada por exibições superlativas de judo.

A Seleção Nacional

Na primeira jornada do Grand Slam no domingo, Catarina Costa conquistou a medalha de ouro em -48kg e Telma Monteiro (-57kg), Rodrigo Lopes (-60kg) e Joana Ramos (-52kg) terminaram em quinto lugar.

Na terça-feira, último dia da prova, estará em ação a judoca Rochele Nunes, que compete na categoria de +78kg.