EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Trump ameaça Turquia face a revolta curda

Trump ameaça Turquia face a revolta curda
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Retirada de tropas da Síria aumenta pressão em Washington

PUBLICIDADE

Há cada vez mais protestos de curdos que se dizem traídos e abandonados por Donald Trump à mercê da Turquia.

As milícias curdas foram aliadas das forças americanas contra o grupo Estado Islâmico no norte da Síria. Mas, no passado domingo, o presidente dos Estados Unidos anunciou a retirada das suas tropas da fronteira entre este país e a Turquia.

Uma decisão que abre a porta à mais do que declarada intenção do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, de efetuar uma ofensiva militar no país vizinho contra os curdos, que classifica de "terroristas".

Perante o caos criado em Washington, Trump acabou por publicar um texto no Twitter no qual virou a ameaça contra Ancara. "Se a Turquia fizer algo que, dentro da minha grande e inigualável sabedoria, considere desproporcionado, irei destruir a sua economia (como já fiz antes)...", escreveu.

Em pessoa, afirmou o seguinte: "Não estou do lado de ninguém. A Síria era uma missão de curto prazo. Era suposto termos entrado e saído".

A braços com um cenário de destituição, o presidente americano vê-se pressionado pelos senadores do lado republicano para não deixar isolados aliados recentes face a um possível massacre.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bombardeamentos turcos contra milícias curdos faz pelo menos 20 mortos

Ataque aéreo provoca várias vítimas mortais num mercado no noroeste da Síria

Youtuber Diamond Tema deixa a Turquia após ameaças de prisão