A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

O muro começou a cair há trinta anos

O muro começou a cair há trinta anos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Nove de outubro de 1989. "Nós somos o povo" não era um grito de guerra mas um grito de paz das setenta mil pessoas que saíram para as ruas de Leipzig para propor uma reorganização política e pacifista da República Democrática da Alemanha. A ocasião foi comemorada esta quarta-feira na cidade alemã e contou com a presença do chefe de Estado, Frank-Walter Steinmeier.

A manifestação teve lugar um par de dias após a celebração do quadragésimo aniversário do país formado no rescaldo da segunda guerra mundial e foi considerada um ponto-chave para a queda do regime comunista, o início do fim do país.

O elevado número de manifestantes deixou as autoridades da Alemanha de leste sem capacidade de resposta. Um mês depois, caía o muro de Berlim e menos de um ano depois, a Alemanha estava novamente unida depois de quatro décadas de separação.