Última hora

Incêndios na Califórnia provocam milhares de desalojados

Incêndios na Califórnia provocam milhares de desalojados
Direitos de autor
REUTERS/ Gene Blevins
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 2.000 moradores do Condado de Somoa, incluindo toda a cidade de Geyserville , foram desalojados pelo fogo que atinge uma área vinícola do norte da Califórnia.

As chamas já queimaram milhares de hectares e várias casas foram destruídas.

Mais de 20 mil efetivos combatem as chamas, informou o Departamento de Florestas e Proteção contra Incêndios da Califórnia.

"Embora eu acredite profundamente que as temperaturas estão cada vez mais altas, as secas são cada vez mais intensas, as chuvas torrenciais são cada vez mais frequentes, e que tudo são alterações climáticas; é mais do que apenas alterações climáticas. Isto está relacionado com a empresa PG&E (Pacific Gas and Electric Company). É sobre capitalismo desenfreado e alterações climáticas," afirmou o Governador do Estado da Califórnia, Gavin Newsom.

Para evitar novos incêndios, a PG&E suspendeu o serviço de eletricidade na área. O corte afeta aproximadamente 200 mil casas.

No condado de Somoa, em poucas horas, mais de 4.000 hectares foram consumidos pelo fogo alimentado por rajadas de vento que atingiram entre 70 e 112 quilómetros por hora.

Os vários incêndios florestais na Califórnia obrigaram mais de 40 mil pessoas a abandonarem as casas, depois das autoridades terem ordenado evacuações no norte e sul do Estado norte-americano.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.