Última hora

Aprender com os melhores: "Sinfonía por el Perú" com a Filarmónica de Viena

Aprender com os melhores: "Sinfonía por el Perú" com a Filarmónica de Viena
Tamanho do texto Aa Aa

Tocar com a Filarmónica de Viena é um sonho tornado realidade para jovens músicos do Peru. A Orquestra Juvenil do projeto social "Sinfonía por el Perú" foi convidada a fazer workshops em Salzburgo acompanhada pelo fundador Juan Diego Flórez.

Matías e Nicole fazem parte de “Sinfonía por el Perú”, um projeto criado por Juan Diego Flórez que oferece educação musical gratuita a crianças desfavorecidas. orquestra juvenil foi até Salzburgo - para aprender com os melhores - com a Orquestra Filarmónica de Viena.

"A ideia que uma orquestra pode orientar outra é muito poderosa, não só porque uma orquestra orienta a outra, mas também porque o trabalho individual que fazem com as crianças é realmente fantástico".
JUAN DIEGO FLÓREZ
Fundador "Sinfonía por el Perú"

Com este programa de orientação único, Flórez eleva esta iniciativa social a novos patamares. Dez membros da icónica Filarmónica de Viena fizeram masterclasses e workshops intensivos com os jovens músicos - numa transmissão de conhecimentos, valores e tradição.

"Nós, a Orquestra Filarmónica de Viena, somos famosos pela nossa particularidade. Não só temos instrumentos especiais, como também temos o nosso próprio som. Temos as nossas próprias ideias sobre a tradição sonora, no que diz respeito às frases, articulação e entoação. Acredito que é uma experiência muito interessante para todos estes jovens".
MICHAEL BLADERER
Orquestra Filarmónica de Viena

Nicole e Matias ainda tiveram a oportunidade de ter uma aula individual com os mestres.

"Nunca desistir, mesmo que seja difícil, é preciso manter sempre a paixão pela música e a disciplina para a tornar ainda melhor."
BENJAMIN MORRISON
Violinista
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.