Última hora

Presidente da Alemanha alerta para muros invisíveis

Presidente da Alemanha alerta para muros invisíveis
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A quinta sinfonia de Beethoven fechou um dia de celebração nas portas de Bradenburg. As cerimónias do 30.º aniversário da queda do muro de Berlim juntaram na capital alemã a fina flor da política local.

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou que não podíamos permitir que um muro nos voltasse a separar, já o Presidente, Frank-Walter Steinmeier, explicou que há novos muros que ameaçam:

"Foram erguidos novos muros no país, muros de frustração, raiva e ódio, muros de silêncio e alienação. Muros invisíveis mas que ainda dividem, que ainda se atravessam no caminho da coesão que procuramos."

Depois dos recados, o fogo-de-artifício. Tal como há trinta anos, milhares de pessoas saíram para as ruas de Berlim, então para fazer história e conquistar a liberdade, agora para celebrar a liberdade com um espetáculo de luz e som.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.