Última hora

Encontrado morto um dos fundadores dos "Capacetes Brancos"

Encontrado morto um dos fundadores dos "Capacetes Brancos"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

James Le Mesurier, um dos fundadores dos Capacetes Brancos, foi encontrado morto perto da casa onde vivia na cidade turca de Istambul.

As autoridades turcas abriram um inquérito à morte mas não descartam a possibilidade deste cidadão britânico, que ajudou a criar a organização de socorristas que dá apoio a civis sírios vítimas de ataques em localidades dominadas pelo oposição do país, ter caído da varanda do seu apartamento.

Aos 46 anos, dirigia a organização sem fins lucrativos, "Mayday Rescue", gestora dos donativos destinados aos "Capacetes Brancos", grupo do qual fazem parte mais de 3000 voluntários.

Le Mesurier, antigo oficial das Forças Armadas britânicas e que trabalhou também para a Organização das Nações Unidas, foi acusado, há poucos dias, pela Diplomacia russa, de ser espião dos serviços secretos britânicos.

Os Capacetes Brancos, acusados por alguns de estarem ao serviço de grupos que lutam contra o regime sírio, receberam nos últimos anos diversos prémios internacionais pelo seu trabalho no terreno e o apoio financeiro de países como os EUA.

Em 2017, o documentário "The White Helmets", uma homenagem ao grupo que nasceu em 2011 em resposta à repressão conduzida pelo regime de Bashar al-Assad, ganhou o Óscar de melhor documentário em curta-metragem.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.