Chuvas intensas semeiam devastação em Itália

Chuvas intensas semeiam devastação em Itália
Direitos de autor 
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O exército já foi chamado a intervir para reforçar as defesas nas zonas de maior perigo

PUBLICIDADE

As chuvas intensas que se abateram recentemente sobre Veneza ameaçam outras cidades na província italiana da Toscana.

Cidades como Florença e Pisa poderão em breve enfrentar inundações.

O exército já foi chamado a intervir. Páraquedistas italianos já estão no terreno para reforçar as defesas no rio Arno cujo nível subiu de forma alarmante em poucas horas.

Várias pontes na província da Emilia Romana, próximo às cidades de Bolonha e Modena, foram encerradas à circulação, centenas de pessoas foram evacuadas e ligações ferroviárias foram igualmente interrompidas.

Na cidade de Modena cerca de 10 mil pessoas estão sem eletricidade.

Próximo à cidade de Bolonha, o rio Idice galgou as margens; um casal teve que ser salvo por helicóptero.

Entretanto, em Veneza, o estado de emergência continua. No domingo, pela terceira vez no espaço de uma semana as águas voltaram a atingir níveis recorde.

Tempestades e ventos fortes voltaram a abater-se sobre a região; a maré alta atingiu 1,5 metros.

As chuvas intensas causaram estragos consideráveis; o governo já disponibilizou 20 milhões de euros em fundos para fazer frente à tragédia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Chuva faz estragos em Espanha, França e Itália

Mau tempo deixa rasto de destruição na Europa

Mil italianos assinam manifesto para que Draghi seja presidente da Comissão Europeia