EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Papa Francisco: "energia atómica na guerra é um crime"

Papa Francisco: "energia atómica na guerra é um crime"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Usar a energia atómica para a guerra é um crime". A denuncia do Papa Francisco que na sua visita oficial ao Japão deslocou-se a Hiroshima, depois de Nagasaki, onde os Estados Unidos lançaram uma bomba atómica em 1945.

PUBLICIDADE

"Usar a energia atómica para a guerra é um crime". A denuncia do Papa Francisco que na sua visita oficial ao Japão deslocou-se a Hiroxima, depois de Nagasaki, onde os Estados Unidos lançaram uma bomba atómica em 1945.

No memorial da paz e, honra aos 200 mil mortos de Hiroxima, o sumo pontífice usou da palavra.

"Aqui, erguemos os olhos para este local: uma encruzilhada de morte e vida, de derrota e renascimento... de sofrimento e compaixão", declarou.

Em Nagasaki, para além de abordar o drama da tragédia nuclear, Francisco visitou o monumento dedicado aos 26 mártires crucificados durante a perseguição do cristianismo, em particular dos jesuítas portugueses, no Japão do século XVI".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Apelo ao desarmamento nuclear no aniversário da tragédia Nagasaki

Bomba atómica em Nagasaki lançada há 75 anos

Papa Francisco pede perdão por ter batido na mão de fiel que o agarrou