Ucranianos pressionam Zelensky na véspera da cimeira com Putin

Ucranianos pressionam Zelensky na véspera da cimeira com Putin
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de ucranianos manifestaram-se em Kiev para pedirem ao presidente Zelensky que não ceda às pressão de Putin sobre o conflito no leste do país.

PUBLICIDADE

Cerca de cinco mil ucranianos reuniram-se, este domingo, em Kiev, para pedirem ao presidente Volodymyr Zelenskiy que não ceda às pressões de Vladimir Putin quanto ao conflito no leste do país.

Encabeçados pelo ex-presidente Petro Poroshenko, os manifestantes gritavam: "Queremos uma só Ucrânia, unida".

Um deputado do partido Solidariedade Europeia explica que o objetivo da manifestação é mostrar ao presidente Zelensky as preocupações quanto à defesa dos interesses nacionais.

A manifestação surge na véspera da cimeira crucial entre Zelenskiy e Putin, que decorre esta segunda-feira, no palácio do Eliseu, em Paris.

Este encontro, o primeiro dos dois líderes, é mediado pela França e pela Alemanha, e visa reavivar os esforços para resolver o conflito no leste da Ucrânia, que, desde 2014, já matou 13 mil pessoas.

As relações entre Kiev e Moscovo têm estado congeladas. Desde 2016 que os dirigentes dos dois países não se encontram.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia aposta na indústria de defesa nacional enquanto aguarda por mais munições dos aliados

Escassez de mísseis de defesa aérea limita a capacidade da Ucrânia

Ataques russos deixam Ucrânia às escuras e fazem pelo menos cinco mortos