Última hora
This content is not available in your region

Parlamento Europeu da Saúde debate o futuro da saúde na Europa

euronews_icons_loading
Parlamento Europeu da Saúde debate o futuro da saúde na Europa
Tamanho do texto Aa Aa

Na sua quinta edição, o Parlamento Europeu da Saúde acolheu mais uma vez um grupo de 60 jovens profissionais em Bruxelas, que irão debater e apresentar idéias inovadoras com vista a melhorar o funcionamento do sistema de saúde.

A EU40 é uma plataforma de jovens membros do Parlamento Europeu e dos 28 parlamentos nacionais, cujo objetivo é cultivar o diálogo com representantes da comunidade académica, do sector empresarial e de instituições da União Europeia (UE).

Segundo os participantes, cujo percurso curricular é diverso, a União Europeia pode assumir um papel fundamental na criação de mais-valia no sector da saúde.

Os temas em discussão são variados, desde a oncologia aos centros de inovação, à tecnologia e integração de cuidados, ao atendimento interconectado, á promoção de hábitos de vida saudáveis, á saúde mental e à saúde no trabalho.

No que diz respeito à luta contra o cancro, no ano passado a doênça custou a vida a quase 2 milhões de cidadãos da UE e, de acordo com estimativas, a incidência da doença poderá duplicar até 2035.

O Programa de Luta contra o Cancro da nova Comissão Europeia tem por objetivo reduzir a desigualdade de acesso a tratamentos muitas vezes dispendiosos entre os Estados-Membros.

"A esperança média de vida em alguns países é 8 anos maior do que a verificada em estados membros com rendimento mais baixo. Em causa está a redução desta discrepância e a igualdade de oportunidades de tratamento adequado para todos."
Willy Palm, Observatório Europeu de Políticas e Sistemas de Saúde

O investimento na chamada telemedicina e digitalização dos serviços de saúde como instrumentos de diagnóstico e tratamento é vital, em particular quando os pacientes residem em áreas mais remotas.

Por outro lado, a tecnologia digital tem riscos em termos de coleta de dados , por isso para o Parlamento Europeu a chave da utilização efectiva da tecnologia é encontrar o equilíbrio certo entre a digitalização e os serviços convencionais de saúde.

"O Regulamento Geral de Proteção de Dados é uma legislação muito rigorosa que consubstancia o elevado nível de compromisso de proteção de dados pessoais por parte da UE. É necessário tirar partido das novas tecnologias mas fazê-lo de forma equilibrada e sempre com o objectivo de proporcionar o melhor atendimento possível ao doente."
Tomislav Sokol, Eurodeputado (UDC), Croácia

Depois de vários plenários, visitas de campo e entrevistas, as recomendações finais dos jovens ao Parlamento Europeu serão apresentadas em junho do próximo ano.