Última hora
This content is not available in your region

"Rocket" obriga Netanyahu a abandonar comício

euronews_icons_loading
"Rocket" obriga Netanyahu a abandonar comício
Direitos de autor  AP Photo/Tsafrir Abayov
Tamanho do texto Aa Aa

O disparo de um "rocket" da Faixa de Gaza em direção ao sul de Israel obrigou o primeiro-ministro israelita a interromper precipitadamente um comício da campanha para as primárias do partido Likud, em Ashkelon.

O projétil foi interceptado pelo sistema de defesa israelita, conhecido como "Cúpula de Ferro", mas o receio de que outros "rockets" fossem lançados na direção da cidade onde Benjamin Netanyahu conduzia o ato de campanha motivou a operação de evacuação.

O chefe de governo já tinha sido obrigado a abandonar, em setembro, um comício para as legislativas em Ashdod, também no sul de Israel, quando as sirenes de alarme anunciaram o disparo de projéteis desde a Faixa de Gaza.

Esta quinta-feira, os membros do Likud votam para escolher um novo líder, antes de Israel organizar, a 2 de março, as terceiras eleições em menos de um ano, para tentar pôr fim à pior crise política da História do país.