Última hora
This content is not available in your region

Governo francês deixa cair aumento da idade da reforma

Governo francês deixa cair aumento da idade da reforma
Direitos de autor
AP/ François Mori
Tamanho do texto Aa Aa

O governo francês deixou cair por terra a medida mais polémica da reforma da segurança social.

Depois de um braço-de-ferro com os sindicatos, a idade da reforma em França vai manter-se nos 62 anos, em vez de aumentar para os 64.

Com esta cedência, o executivo de Édouard Philippe espera finalmente alguma paz social, após cinco semanas de greves e manifestações.

Em entrevista a um canal de televisão francês, a ministra francesa da Transição Ecológica, Elisabeth Borne, disse mesmo já não haver "qualquer razão para continuar com a greve".

Mas alguns sindicatos ainda não estão satisfeitos e exigem a revogação por completo da reforma da segurança social. É o caso da central sindical Força Operária, que mantém a mobilização.

Uma nova paralisação foi convocada para quinta-feira.

Durante a semana, prevê-se que a circulação de vários transportes públicos em França seja afetada.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.